Arquivo do mês: abril 2013

AINDA ASSIM EU TE VEJO

     EU VEJO… Por entre cálculos, Hipotenusas, catetos, Teorias de séculos, Concreto e tantos projetos. Em meio à massa, argamassa, Reboco, pastilha, azulejo, Aquela pilha de tijolo, devassa, Em meio a tudo isso, eu te vejo. Vejo tua graça, teu … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário