OS DIAS DE HOJE…

OS DIAS DE HOJE, OS DIAS DE SEMPRE…

Os dias de hoje. Ah! Os dias de hoje.
Tão complexos, tão sem fundamento,
Dias curtos, tarefas longas.
E uma imensa falta de discernimento.

Um egocentrismo grotesco,
Uma falta completa de comprometimento,
Tempo caótico,
Uma gente ignara, com pouco conhecimento.

Nem tudo, nem todos seguem este modelo.
É verdade, ainda existe gente profunda, e humana,
Gente que admiro, e me esforço para assim sê-lo,
Mas, são poucos diante de tanta gente insana.

Nos dias de hoje, a violência grassa,
Tornou-se banal, e tudo devasta,
A natureza, desrespeitada, se agasta,
E a gente sofrida, sem força, não dá um basta.

E o contínuo desgastar do ser humano,
Coloca-o num canto a esperar,
Sem reação, sem iniciativa, não é de si soberano,
É de si próprio um tirano, que não se pode venerar.
 
Ah! Os dias de hoje, os dias de ontem,
Os dias que se sucedem constantemente,
Quando sempre existiu a penúria, a desordem;
E não se poderá consertar hoje o que ontem foi sempre.

                    Mauricio Bressan Junior
                           23/11/2012

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s