INSPIRAÇÃO

Algumas vezes não conseguimos colocar no papel aquilo que pensamos. Por mais que se tente, a inspiração não vem.
Então, deixamos que as palvras fluam a seu bel prazer, e até que sai alguma coisa.

Mauricio Bressan Junior
     09/11/2011

    INSPIRAÇÃO (OU A FALTA DELA)

Estou sem inspiração,
Ela me falta agora,
Não tenho sequer um senão,
Mas quero o que dela aflora.

Me falta o que escrever.
Penso, mas a pena não entende,
Escrevo, mas não o que quero querer.
E esse freio não se solta, se prende.

Ouço atento o que dizem,
E dizem o que quero escrever,
Mas a pena não atende,
Não escreve, não dá meu parecer.

Isto me angustia e me entristece,
Me deixa triste e tenso.
A pena, porém, não obedece,
Só faz o que quer, não faz o que penso.

O que penso, é o que escrevo,
Mas, de repente, nada se forma.
Eu não sei como escrever o que devo.
Porque tudo isso não se transforma?

Penso o que escrevo,
Mas não neste inquieto momento;
Quero escrever com enlevo,
Escrever o que diz meu sentimento.

         Mauricio Bressan Junior
               07/11/2011

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s