MOMENTO

MOMENTO

O momento é lento.
A decisão não fala,
A voz se cala,
E o peito se abala.
A mente sufoca, se engasga,
Na pressa tropeça,
Mas não para.
Se apressa e comprime,
Mas, inda assim, não se exprime,
E chora.
Lacrimeja toda hora.
O coração bate,
Mas, descompassado se abate;
Quase para, mas resiste,
Persiste com força rara.
A nudez da alma escancara,
O triste momento,
Que é lento,
E pouco revela o que há dentro.
Portanto não declara,
Sufoca, não fala,
E mais uma vez a voz se cala.

              Mauricio Bressan Junior
                    29/08/2008

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s