A CHUVA

Eu descendo de família italiana, tanto pelo lado da minha mãe como pelo meu pai.
Convivi bastante com minha avô materna (Luigia) que era de Treviso, na região do Veneto.
E dessa minha convivência, inclusive com meus tios (minha mãe era a única de 8 filhos, que
não falava quase nada do italiano), aprendi muito da língua e dos costumes italianos.
E recentemente, de 1998 a 2000, fiz um curso de italiano, que me ensinou a gramática, para dar suporte àquilo que eu ja falava (errado). É por isso que escrevo, às vezes, algo em italiano.
Aconteceu certo dia, como esses dias agora, que estava chovendo muito, eu estava no escritório trabalhando, e uma amiga (Wanessa) que trabalhava comigo, e também fala um pouco de italiano, me disse: “Ma come piove”, e eu fiquei com essa frase na cabeça, e comecei a pensar: “se piove, lasci piovere”.
Naquele mesmo dia, um pouco mais tarde, eu escrevi este poema em italiano.
Mas, apesar de tudo, não estou, às vezes, seguro do que escrevo em italiano. Por isso, nesta semana mandei este meu poema (por e-mail) para um amigo italiano (Lorenzo), que mora em Padova, também na região do Veneto, e ele me mandou de volta com algumas correções, portanto publico agora com mais segurança, e com uma tradução para o português.
Mauricio Bressan Junior
23/01/2011

LA PIOGGIA

Se piove, lasci la pioggia piovere.
Lasci la lacrima degl’occhi, l’anima lavare,
Pensa che cosi se può pulire il cuore,
Cosi, senza vergogna si può andare.

Lasci la pioggia cadere nel tuo viso,
Bagnare la tua faccia carina,
Lasci germogliare il tuo sorriso,
Dai a venire un buon destino.

L’anima del cuore bagnata e pulita,
Verrà più felice a far la mia felicità,
Andrà più contenta per la strada.

E nel mio viso vedrai un sorriso,
Perchè Il sole del tuo cuore,
Riscalderà il freddo che la pioggia mi fa.

Mauricio Bressan Junior
07/10/2009

A CHUVA

Se chove, deixe a chuva chover.
Deixe a lágrima dos olhos, a alma lavar,
Pense que assim se pode limpar o coração,
Assim, sem vergonha podemos ir

Deixe a chuva cair na tua face
Banhar o teu rosto bonito,
Deixe brotar o teu sorriso,
Vamos que venha um bom destino

A alma do coração banhada e limpa
Virá mais feliz fazer a minha felicidade,
Irá mais contente pelo caminho

E na minha face verás um sorriso
Porque o sol do teu coração,
Aquecerá o frio que a chuva me faz


Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s