ÉBANO

Conheço uma moça, bonita, meiga e inteligente.
É uma moça da cor do chocolate, e como dizia uma antiga canção: da cor do pecado.
E por todas essas qualidades, me inspirei e escrevi este poema, que dedico à minha terna amiga de ébano, Juliana.

Ébano

É de ébano tua beleza,
Ideada com tanta candura,
A altivez de realeza,
Em tua sedosa pele escura.

É alegre teu porte, contente,
Tua tez; suave chocolate,
É alva tua alma e tua mente,
Pérola negra, bela e presente.

Desfilas tua graça com desenvoltura,
Na escura noite com luz clara da lua,
Como fosse suave aurora despertada,
Com claro brilho de sol, na pele tua.

A cor negra rutilante, a alma brilhante,
Ébano sutil e belo, resplandecente,
A beleza que nossa vista alcança,
És, enfim, ardor que nossa alma sente.

Mauricio Bressan Junior
13/12/2010

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para ÉBANO

  1. Prezado Maurício,
    Seu endereço me foi passado por um amigo comum, o Roberto Tajima, seu admirador. Li várias de suas poesias e quero cumprimentá-lo pela sensibilidade e facilidade de expressão. Infelizmente poucas pessoas hoje dão valor à poesia. Digo que entramos no mundo dos valores digitais e a poesia é uma espécie de valor analógico. Está fora de moda. Mas sei que para os poetas, isso pouco importa. Importa mesmo é não se deixar contaminar. Um dia esse valor será resgatado, porque a sensibilidade humana vai cobrar e porque a poesia é necessária num mundo de paz. Um grande abraço e não desista nunca,
    Reginaldo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s