AINDA, DEPOIS DA PARTIDA

Ainda, depois da partida da Zulma, escrevi muitas coisas, e esta é uma delas, é uma forma de descrever como vivemos.


ESTRADAS DA VIDA

Temos caminhado juntos esta estrada.
Percorremos caminhos tortos,
Andamos atalhos longos,
Sempre serpenteando, às vezes por nada.

Os caminhos percorridos, sofridos,
Mas nem sempre foram doloridos.
Longos percursos andados,
Escolhidos e desejados.

Nas curvas desta vida sonhada;
Encontros, desencontros,
Nas veredas da sofrida estrada,
Meta perseguida, nem sempre alcançada.

Sobe e desce, cresce a estrada.
Muitos passos, largas pisadas,
Íngremes ladeiras,
Descidas com precisas freadas.

De tudo vimos e vivemos nesta jornada;
Do bom e ruim, vida alternada,
Com riso frouxo na bela alvorada,
Com triste choro na fria madrugada.

Foram belos caminhos, juntos, percorridos.
Outros tantos, nem tanto, frios e feios.
Mas nos amigos sempre socorridos,
Quando desabavam nossos anseios.

Mas foi vida com sabor,
Foi vida vivida, com intenso calor.
Fizemos, neste largo oceano,
A travessia com imenso amor.

Estivemos sempre juntos e unidos,
Nos pergaminhos guardados no escaninho,
Está escrita a estória de uma doce vida vivida.
Sofrida? Mas deixamos nossas marcas no caminho.

Mauricio Bressan Junior
29/07/2008

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para AINDA, DEPOIS DA PARTIDA

  1. bressix disse:

    Pai, lindo texto.
    Você e a mamãe sempre serão inspiração para a vida!
    Tudo o que sou hoje devo a vocês.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s