DEPOIS DA PARTIDA – AMIGA AZUL

Durante um período muito difícil, após a partida da Zulma, conheci uma moça, aliás uma menina, (na verdade já a conhecia), que me deu uma força incrível; com suas palavras,
nossas conversas, e o incentivo para que eu escrevesse. Foi uma fase em que eu escrevi muito.
Por causa de um papel de bombom azul, ela passou a ser minha amiga azul, por isso o título deste poema.

AMIGA AZUL

Minha amiga,
Minha doce amiga azul.
Te quero amiga,
Isto é o que quero querer.
Te quero amiga e amigo quero ser.
Amiga de horas felizes,
Amiga de linda cor azul;
Azul, radiante, como o céu,
Como o mar em dia especial,
Azul como o papel de bombom,
O suave azul de um dia bom.

Ah! Doce menina amiga,
Que minha idade ameniza,
Que minhas agruras contemporiza.
Ah! Minha amiga menina,
De azul doce sonho,
De doce enlevo risonho,
Traz paz para o amigo tristonho.

Quero poder teu amigo ser,
Ser grande, o bastante,
Para a amizade menina merecer.
Ah! Doce amiga menina,
Da suave azul aurora,
Do suave gosto doce,
Das lembranças de outrora.
Tudo de bom que eu possa merecer.
Ah! Minha doce menina amiga,
Só quero teu amigo ser.

Mauricio Bressan Junior
29/07/2008

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s